sábado, 10 de novembro de 2007

A conversa


Era uma vez um cubo chamado Tronky, que estava a passear pelas ruas da Cidade dos Poliedros, quando viu um não poliedro. Foi ter com ele e disse-lhe:
– Olá, o que fazes aqui se não és um poliedro? – disse o Tronky.
– Ah! Eu venho da Cidade dos Não Poliedros, e estou aqui só como turista – disse o Froky.
Eles olharam-se, viram o que tinham em comum e chegaram à conclusão que eram iguais em algumas coisas e diferentes noutras.
– Nós temos duas coisas em comum: pertencemos à Matemática e temos superfícies planas – disse o Tronky. – Queres ir tomar um café para conversarmos mais um bocado?
Froky aceitou o convite. Quando chegaram ao café, continuaram a conversa:
– Mas também temos coisas diferentes. Eu, por exemplo, tenho uma superfície lateral curva e duas bases circulares, mas tu só tens superfícies planas, todas quadrangulares. – disse o Froky.
– Tens razão! O engraçado é que, apesar de sermos diferentes, entendemo-nos muito bem!
A conversa ainda se prolongou algum tempo e desde aquele dia, tornaram grandes amigos.
Passados uns meses, o Froky convidou o Tronky para ir à Cidade dos Não Poliedros. O Tronky adorou a ideia e foi visitar o seu amigo. Passeou pela Cidade dos Não Poliedros, conheceu alguns amigos do Froky e divertiu-se imenso. O mais engraçado é que ele gostou tanto da Cidade dos Não Poliedros que decidiu ficar lá para sempre, a viver com o seu amigo.

Elaborado por: Anna Cortes; Emiliene Reis, Inês Bento, Raquel Soeiro e Teodora Krushanova


QUESTÕES:
1- Froky é um não poliedro. Qual?
2- O que é um não poliedro? (Se não souberes podes consultar http://enciclopediatransversal.googlepages.com/)

4 comentários:

Ana disse...

Gostei muito da vossa história: está criativa e ensina-nos Matemática de uma forma divertida.
Continuem...

EMILIENE disse...

Que bom! Exactamente, essa história foi feita também por mim. Obrigada por ter achado uma boa história! Também agradeço muito à minha "kiducha" professora Anita. Ela é uma boa sotora; ninguém tem uma professora igua a ela!

Diana disse...

Gostei muito do vosso trabalho está muito bem feito trabalhem mais que vão ver vai ficar magnífico!!!

Anônimo disse...

adorei a historia