segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Na praia...

Certo dia de Verão, o Cubo foi até à praia nadar, admirar as conchas e fazer muitas outras coisas giras que se pode fazer... De repente, vê um poliedro a afogar-se e foi a correr pedir ajuda ao seu amigo Cone, que era salva-vidas naquela praia. Não o encontrou, pois estava de férias...
- Bolas! Vou ter de agir rapidamente... - pensou o Cubo.
E sem mais hesitações atirou-se à água e nadou até ao poliedro que estava a afogar-se. Surpreendido, viu que era uma linda Pirâmide...
Já em terra, a Pirâmide foi transportada para o hospital, onde ficou algumas horas em observação. Nesse mesmo dia, ela teve alta e, em pensamento, agradeceu ao poliedro que a tinha salvo.
No dia seguinte, já recomposta, decidiu ir passear e admirar a paisagem maravilhosa que o mar é e na esperança de se encontrar com o seu novo amigo. E não é que, a dada altura, ele apareceu, pensativo, a passear à beira-mar...
A Pirâmide, ao vê-lo, aproximou-se dele a sorrir e disse:
- Olá!
- Olá! - respondeu o Cubo, pasmado.
- Foste tu que me salvaste, ontem, certo?
- É verdade! Já estás bem?
- Estou óptima! - respondeu a Pirâmide. - Como te chamas?
- Chamo-me Cubo. E tu?
- Eu chamo-me Pirâmide Quadrangular! Vim até à praia na esperança de te encontrar para te agradecer, pessoalmente, o que fizeste por mim...
- Também eu queria encontrar-te! - interrompeu o Cubo.
- Óptimo! Os nossos desejos realizaram-se! Nada melhor para começarmos uma boa amizade...
O Cubo e a Pirâmide continuaram o seu passeio e alegre conversa. Foi assim que começou a longa amizade entre a Pirâmide Quadrangular e o já loucamente apaixonado Cubo.

Criado por Igor Matias e Márcio Ferreira

DESAFIO: Será que esta amizade acabou em casamento? Em caso afirmativo, quais os poliedros que poderiam ser os filhotes deles? Justifica a tua resposta com base nas suas características físicas.

Adivinhas 3

1- Qual é coisa qual é ela que tem seis faces quadrangulares?

2- Qual é coisa qual é ela que só tem um vértice?

3- Qual é coisa qual é ela que tem nove vértices?

4- Qual é coisa qual é ela que não tem atrestas?

5- Qual é coisa qual é ela que tem uma superfície lateral curva e uma base?

6- Qual é coisa qual é ela que tem seis faces rectangulares?

7- Qual é coisa qual é ela que tem uma superfície lateral curva e duas bases?


Criado por Marcos Silva

domingo, 2 de novembro de 2008

Adivinhas 2


1- Qual é coisa qual é ela que é um número, mas quando fica de "pernas para o ar" transforma-se numa cadeira?


2- Qual é coisa qual é ela que ao ser multiplicado por sete o produto é cento e cinco?


Criado por Victor Cabral


3- Qual é coisa qual é ela, que é o dividendo de uma divisão cujo divisor é dois e o quociente é três?


4- Qual é coisa qual é ela, que é o divisor de uma operação cujo dividendo é doze e o quociente é três?


Criado por Inês Marlene Cunha

Número 2

2 é um número
um número desgraçado,
pobre e engraçado;
é extraordinário.

É um número simpático
e muito brincalhão
mas quando se enerva
pode ficar refilão.

Criado por Luís André Ferreira

domingo, 5 de outubro de 2008

A felicidade de fazer alguém feliz


Era uma vez uma Pirâmide que estava a chorar. Chega o Cubo e pergunta-lhe:
— O que se passa?
Ela responde:
— O Triângulo deixou-me!...
— Confia em ti, naquilo que tu és… naquilo que pensas… acredita no teu valor, valoriza o teu EU — disse-lhe o Cubo.
A Pirâmide, muito feliz, afirmou:
— Obrigada! Se a cada passo que eu der, encontrar alguém como tu, nunca desistirei de caminhar… aprender! Adeus!
O Cubo, contente por ter feito um sólido geométrico feliz, resolveu ir a casa do Rectângulo, um polígono seu amigo. Quando chegou perguntou-lhe:
— Olá! Que estás a fazer?
— Olha! A minha mãe disse-me que não te quer ver aqui e, por isso, eu não quero ser teu amigo. — Retorquiu o Rectângulo.
Muito triste, o Cubo replicou:
— Porquê? Por eu ser um sólido geométrico?! Não sei se já te disse alguma vez o quanto gosto de ti e o quanto és importante para mim… mas existe uma coisa que não tenho dúvida: por onde quer que vá, levo-te no meu coração.
Ao sair de casa do seu amigo, o Cubo cruzou-se com o Quadrado que lhe disse:
— Olá Cubo! Hoje parece que precisas que alguém te diga que és um bom amigo! Se ainda ninguém to disse, não fiques triste. Eu sou teu amigo! Gosto muito de ti, pois temos coisas em comum: eu sou um quadrado e tu tens quadrados, temos vértices, … e gostamos ambos de ver todos os seres geométricos felizes. A amizade é muito importante, porque sem amigos a vida é horrível.
O Cubo, sorrindo, afirmou:
— Estou muito contente porque apareceste e fizeste-me feliz. Eu também fiz a Pirâmide ficar feliz, sabias? Afinal o valor dos sentimentos não está no tempo que elas duram mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis e seres geométricos incomparáveis como tu!...

Criado por Daiane Borges e Diana Gonçalves

A esperteza do Quadrado!


Certo dia, cento e noventa e nove triângulos e um quadrado foram de avião para um país chamado Blog da Matemática. A dada altura, o avião sofreu uma avaria e o piloto disse:— Têm de atirar alguma coisa fora!Eles atiraram as cadeiras fora.O piloto, aflito, afirmou:— Ainda não chega!Eles cortaram o chão e ficaram pendurados no tecto. O piloto, desta vez muito nervoso, gritou:— Tem que saltar, pelo menos, uma figura geométrica.Os triângulos olharam para o quadrado. Este compreendeu o pensamento dos seus companheiros de viagem e cantou:-Oh malhão, malhão!E os triângulos, distraídos, bateram palmas e caíram.Assim o quadrado, consegui salvar a sua vida!
Criado por Manuel Santos e Raquel Soeiro

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Quem sou eu?



Adoro sinais e números; divirto-me a imaginar figuras e a descobrir enigmas; não tenho muitos amigos, pois a maioria das pessoas acha que eu sou horrível!...
Mesmo assim sou um monstro sempre pronto a brincar, jogar e… pregar partidas. Afinal, quem sou eu?

Acertaste! Sou o Monstro dos Códigos, o monstro da Matemática! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!